1. Sobre

A partir de um trabalho de investigação-ação, foi desencadeada a necessidade de um projecto mais lato sobre um tema atual e relevante: que ideias e caminhos para a Paz. Desta necessidade e visão, nasceu o projecto CA.PAZ – Caminhos para a Paz, que com esta iniciativa wordpress trata uma das suas vertentes: o Diálogo Inter-Religioso (DIR).

Sobre os conceitos que se pretendem abordar:

Diálogo Inter-Religioso – O diálogo inter-religioso procura, sobretudo, reunir as pessoas de diferentes religiões ou tradições espirituais, num ambiente de conversação (What works? Evaluating interfaith dialogue programs, 2004). Este ambiente de conversação difere de um debate na medida em que este último tem uma natureza baseada no confronto entre oponentes. No diálogo inter-religioso procura-se despertar interesse, estima e compreensão mútuas, e não o confronto ou a batalha entre ideias. O diálogo inter-religioso está, assim, dependente de um esquema de aprendizagem do “outro” (Vital, 2013).

Religião e Conflito – Segundo Arthur Schneier (2002), a religião nunca é a causa real de um conflito entre sociedades, mas é commumente identificada como tal como desculpa pelas outras causas como a etnicidade, as disparidades económicas, e as diferenças regionais. Este autor (e rabi judeu) defende o diálogo inter-religioso como uma ferramenta efectiva na construção da paz pelo mundo. Nesta linha, o Mohammed Abu-Nimer (professor), identifica quatro fases de desenvolvimento necessárias numa iniciativa de diálogo inter-religioso: descobrir as semelhanças entre os credos (estudo de teologias, de mitologias ou escrituras, convívios entre famílias); aprofundar as relações entre os credos (orações conjuntas, celebração de ritos compatíveis em conjunto); descobrir e assumir as diferenças entre os credos (entre valores religiosos e práticas de fé); reconhecer a complementaridade das diferentes mensagens dos diferentes credos e como podem beneficiar as pessoas de outras religiões na mesma comunidade.

Mediação e Diálogo Inter-Religioso:

* Carácter voluntário –  Ambos os processos dependem da força de vontade exclusiva dos participantes que, neste acto pessoal, revelam o interesse na resolução de conflito e o reconhecimento da responsabilidade sobre o mesmo. Desta forma, o processo de reconciliação das pessoas que querem desenvolver cooperação inter-religiosa implica uma reflexão crítica sobre as suas próprias tradições e sobre as representações que as próprias tradições assumem sobre as outras (Cilliers, 2002).

* Empatia e Entendimento – Reconhecer as características de cada credo, ouvir as diferenças e semelhanças e permitir que essa nova informação participe na forma como se vêem os conflitos (passados e futuros).  Quebrar os estereótipos existentes em cada tradição religiosa e grupo sobre o “outro” é um dos desafios do diálogo inter-religioso. Esse exercício implica que cada um dos grupos assuma e confesse os papéis tomados no desenvolvimento e contribuição do conflito (Cilliers, 2002).

* Compromisso e Respeito – O diálogo inter-religioso delega a responsabilidade de validar o contributo de cada credo assumir a construção de um espaço de respeito e valor para cada credo e forma de religião no espaço social. Este compromisso aproxima-se de um acordo celebrado entre partes, compreendendo uma postura transformada e transformadora desenvolvida ao longo de todo o processo de mediação que teve lugar durante o diálogo inter-religioso (Vital, 2013).

Referências Bibliográficas

Garfinkel, R. (2004) What Works? Evaluating Interfaith Dialogue Programs, Special Report 123. Washington, DC: United States Institute of Peace Press

Smock, D. R. (Editor) (2002). Interfaith Dialogue and Peacebuilding. Washington, DC: United States Institute of Peace Press

Vital, M. (2013), O diálogo inter-religioso como processo de mediação. Fórum Fronteiras Urbanas e Encontro APOCOSIS 2013. Disponivel em: http://media.wix.com/ugd/cf5cd9_89c0160d71441a539d555273f4b1c169.pdf

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s