Deus tem Futuro?

“Deus tem futuro?”…Pergunta difícil, para mote de um debate que se esperava rico e novo. Mas ninguém arriscou muito a dizer se Deus tem futuro ou não. Se calhar também não sabem, eu própria se calhar também não sei, mas tenho o meu palpite.

Deus tem futuro? Deus tem o futuro que lhe quiserem dar! Mas eu acredito que sim…num outro tom, com uma outra espiritualidade, mas tem futuro. Tem futuro tanto como teve passado e tem presente.

As gerações vindouras, independentemente do credo professado, vão querer uma espiritualidade mais próxima. Há muitos jovens que se afastam das estruturas que rodeiam a espiritualidade mas não perdem Deus de vista. Vejamos, hoje em dia, com todo o mediatismo que os acontecimentos adquirem, através das redes sociais e dos novos media, um pequeno conceito ganha toda uma dimensão.

Num momento difícil para a Igreja, recorde-se os escândalos de corrupção e pedofilia, apareceu o Papa Francisco. Os escândalos não desapareceram, mas a Igreja, deixou a sua imagem cansada e ganhou um novo folego. O Papa Francisco, foi ao cerne da questão, pobreza, amor e ajuda ao próximo, e nada voltou a ser igual! Foi uma lufada de ar fresco que arrumou a casa e tocou nas feridas, tratando-as. A espiritualidade foi revitalizada pelos apelos à fé deste sul-americano que prefere servir a ser servido, como Jesus Cristo!

Os jovens têm as suas convicções e os grupos juvenis crescem e tornam-se uma segunda família. Música, campanhas de solidariedade, orações marianas, tudo exemplos de iniciativas que alicerçam uma espiritualidade cada vez mais interior, numa demonstração clara que Deus “mora” aqui.

Noutro extremo, podemos observar o crescente de jovens a combater na Jihiad , por serem fieis às suas convicções, deixando família e muitas vezes os próprios ideais para combater numa guerra que acreditam ser santa, sem olhar a quem nem ao porque. Muita gente não percebe, não dá importância, simplesmente ignora! Mas ninguém pode ou deve duvidar da força que a fé pode ter, do mesmo modo que também não deve ser questionado o modo como é vivida a fé.

A outrora burocratizada religião, hoje em dia está mais perto, mais acessível e mais livre…as relações são ecuménicas mas igualmente inter-religiosas. As pessoas buscam a Deus, as pessoas buscam a paz, as pessoas buscam algo interior para responder às questões exteriores. Deus tem futuro? Tem…mais que não seja no coração de quem o quiser seguir.

Cátia Filipe – investigadora convidada a participar no Vozes em Diálo Inter-Religioso com a sua reflexão sobre o debate realizado no mês de dezembro passado, no contexto do programa Prós e Contras emitido pela RTP1.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s